27 de jun de 2011

Drucker e a idéia de inovação: descentralização, disseminação e massificação



Drucker e a idéia de inovação: descentralização, disseminação e massificação

A maioria das pessoas pensa sempre em inovação como algo novo. Uma criação! Algo que as pessoas nunca tinham pensando ou usado e foi inventado como que como um passe de mágica ou inspiração divina. Essa é uma idéia em si mesma equivocada (nada é criado do nada, mas sempre com base em algo ou em alguma idéia), mas é ainda mais equivocada quando se trata da palavra inovação (o conceito usado pela maioria das pessoas seria mais aproximado da palavra invenção) como bem ilustra o texto de Clemente da Nóbrega:

"A inovação que muda o mundo vem sempre da eliminação de barreiras que impediam que alguma coisa ganhasse escala. Pense nas redes sociais contribuindo para a queda de tiranos. O mainframe virou um PC que se fragmentou em um dispositivo de mão. O centro de processamento de dados (CPD) evaporou. Agora, temos múltiplos datacenters e “nuvem”. O centro de cópias deu lugar a uma impressora de mesa. A autoridade migrou do supervisor para o operário, que pode interromper a produção quando detecta um erro. Quem lidera não manda, nem controla, mas apenas orquestra. Educação e saúde, os setores mais impermeáveis a essa dinâmica também irão até você. Era isso que Drucker falava. Não é TI. Palavras, leituras, significados mudam porque as barreiras são “imaginar” e ao “fazer” desmancham-se no ar, dissolvidas pela informação."

Revista Época Negócios – A verdadeira Revolução – Clemente da Nóbrega

Ouça o Áudio Podcast em mp3 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse meu site e tenha acesso a todos os áudios: www.ubiratangeo.com