2 de ago de 2010

Podcast Palestra mp3 - 8 – Contratação, Treinamento, Motivação, Demissão, Turnover: a questão da missão e da visão da empresa como fator “estabilizador”


Legal as pessoas estarem fazendo perguntas aqui no blog! Vou responder tudo em forma de podcast! Gera conhecimento para todos e organiza meu trabalho. Vamos a pergunta do grupo de trabalho TQC.

Olá Professor, meu nome é Eduardo Bozza, estou iniciando meu TCC, quero abordar o tema sobre a rotatividade de pessoal no comercio de varejo onde possuem equipes de vendas externas, como é o caso de corretoras, concessisonarias de motos etc. é quase impossivel manter uma equipe por mais de quatro meses tem que estar sempre renovando, treinando, acompanhando e motivando, sou gerente de uma concessionaria de motos, e quero tratar deste assunto em meu TCC afim de entender e solucionar este problama de uma vez por todas, peço sua ajuda para entender melhor sobre turnover, perfis profissionais, a geração de mão de obra na faixa de 18 à 25 anos, preciso de uma opinião critica sobre o assunto.

Novamente vamos falar um pouco sobre as idéias de Peter Drucker em seu livro “Administrando em tempos turbulentos” onde ele afirma

“Com relação ao trabalho intelectual e, na realidade, com relação a todo e qualquer tipo de trabalho, é preciso que os administradores se conscientizem de que estão sendo pagos para permitirem que as pessoas realizem o trabalho para o qual são pagas. Cabe ao administrador perguntar a todos da organização – a si mesmo em primeiro lugar, ao seu chefe, aos seus colegas, e finalmente, ao seus subordinados – cada seis ou nove meses: “O que nós, e o que eu especificamente, fazemos nesta organização, o que o ajuda a desempenhar as tarefas pelas quais esta sendo pago? E o que nós, e o que eu especificamente, fazemos que o atrapalha no cumprimento de suas funções?” – Administração em tempos turbulentos – pg 17 – 1973. 


Ouça o podcast mp3






Livraria Cultura - Nível de contratação


As restrições às mudanças apoiavam-se mais na preocupação em preservar as características que fizeram da livraria a preferida dos intelectuais paulistanos, como o clima intimista das lojas e o atendimento personalizado. Seus balconistas são famosos por procurar títulos do alemão Nietzsche ou do russo Dostoievski sem precisar pedir ao cliente para soletrar o nome dos autores. A exigência quanto ao nível de conhecimento dos vendedores é tamanha que os candidatos a trabalhar lá passam por um concorrido vestibular, com perguntas formuladas pelos próprios funcionários da empresa. "Quando inauguramos a loja do Shopping Market Place, no ano passado, houve mais de 4 000 inscrições para 100 vagas", conta o livreiro. "E mesmo assim tivemos dificuldade em preenchê-las." Por causa disso, e por estar decidido a levar adiante o projeto de expansão da rede, Herz já fala em ser mais flexível no processo de seleção. "Podemos ajudar os bons candidatos a adquirir conhecimento




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse meu site e tenha acesso a todos os áudios: www.ubiratangeo.com