3 de abr de 2009

A Guerra dos Navegadores IV - a idéia de convergência não é somente uma questão de produto, mas de gestão de pessoas

A questão da competitividade não diz respeito somente ao produto, mas diz respeito também a pessoas. Como levar todo um grupo de programadores para uma guerra campal (e uma guerra pessoal) contra outro grupo de programadores de uma outra empresa. Mas, não é só isso, mas todo um conjunto de táticas normativas e de vendas casadas. A Microsoft conseguiu criar um "custo operacional" muito enxuto e estrangular o Netscape. A idéia do navegador foi muito foi boa, mas a implementação dela nem tanto. Mas, o cara que investiu na idéia (Jim Clarck) afirma que investiu 5 milhões de dólares e saiu com quse 2 bilhões. Nada mal....rs


2 comentários:

  1. Todo esto es una competencia para ver cual es el mejor en esa área, yo creo que los programadores de microsft están todos corriendo bajo presión para lograr sus cometidos, es toda una batalla campal.m10m

    ResponderExcluir
  2. Tradução - Tudo isto é uma competição para ver qual é o melhor nessa área, acho que os programadores Microsft estão rodando sob pressão para realizar suas tarefas, é uma batalha campal.m10m

    Resposta – Verdade! A Microsoft tem um time muito bom de profissionais, mas eles são hábeis em trabalhar com pacotes fechados e aperfeiçoamento de ferramentas para esses pacotes que já existem previamente. A internet requer uma dinâmica muito diferente. Ela trabalha realmente com inovação no mais alto sentido e requer que os inovadores combinem elementos novos com plataformas diversas. A questão do “beta” mostra muito bem essa dinâmica! A rapidez em criar, modificar e abandonar ferramentas é gigantesca na internet. Para competir com velocidade a Microsoft tem que mudar o perfil da empresa como um todo...rs

    ResponderExcluir

Acesse meu site e tenha acesso a todos os áudios: www.ubiratangeo.com