21 de abr de 2009

Aula 8 Curso Livro QMNQ_ Se você não mudar, morrerá. Essa é uma Lei a que todo ser vivo esta submetido

Todo o ser vivo esta submetido a lei da mudança. Ele tem que acompanhar e isso equivale a ter que evoluir. Uma criança pode ficar balbuciando frases até um ano de idade sem problema, mas ela não pode passar dos 5 anos de idade ainda balbuciando frases se este for o caso ela tem algum problema. É preciso levar no médico. Mas, interessante é que muitos adultos continuam tendo os mesmos problemas da adolescência (insegurança, medo, medo de rejeição, carência, falta de objetivo) e ainda assim continuam se achando “normais”!
No entanto, mesmo que eles se achem assim as conseqüências vem para eles como viria para um adulto e não para um adolescente: relacionamentos amorosos desfeitos, vida profissional desequilibrado, medo de se expor em público, medo de ter idéias rejeitadas em reuniões etc. A vida exige mudança se você não muda perde a vida e ai a depressão (rejeição a vida) é um caminho mais do que certo! Vamos trabalhar isso neste áudio com base nestas duas frases:

– Às vezes – disse Haw – as coisas mudam e nunca mais são as mesmas. Essa parece ser uma dessas ocasiões, Hem. É a vida! A vida segue em frente, e nós também deveríamos fazer o mesmo.

Haw sorriu. Sabia que Hem estava se perguntando: “Quem mexeu no meu Queijo?”, mas Haw se perguntava: “Por que eu não me mexi e fui procurar o Queijo mais cedo?”



para baixar clique aqui
O que você vai aprender na Palestra Quem Mexeu no Meu Queijo

Ponto 1 – A fantástica metáfora do queijo: a questão das crenças
1 – Mesmo que você não saiba, não entenda não reconheça, mas as suas crenças definem sua vida
2 – As crenças dos Duendes Haw e Hem: o universo conspira a meu favor porque mereço isso
3 – As crenças dos ratos Sniff e Scurry: corremos decidida e firmemente atrás do queijo onde ele estiver

Ponto 2 – A mudança esmagando o mundo de Hem: um surto de depressão

1 – O perigo da justificação da realidade: eu mereço tudo o que eu tenho porque o mundo me deve isso
2 – O veneno da paralisia vinda do medo de entrar no “labirinto” da mudança: o famoso “mas, e se”
3 – A tragédia da inconformidade mórbida com a realidade: quem mexeu no meu queijo

Ponto 3 – A mudança transformando o mundo de Haw: um surto de resiliência

1 – Capacidade de aprender com quem é eficaz: vencendo o preconceito contra Sniff e Scurry
2 – Pensar objetivamente frente a situações emocionalmente críticas: é mais seguro procurar queijo no Labirinto do permanecer sem queijo
3 – O papel da esperança viva: quando você acredita que pode encontrar e apreciar um novo queijo você se alegrar com a mudança


tags: vídeo aula, motivação, liderança, Quem Mexeu no Meu Queijo, livro, áudio, palestra 


Palestra Quem mexeu no meu queijo: liderança e mudança

View more presentations from Ubiratan Carlos Machado

Ouça o áudio mp3





Palestra Quem mexeu no meu queijo: liderança e mudança - Presentation Transcript

  1. Palestra Liderança – Livro Quem Mexeu no meu Queijo
  2. O que você vai aprender na Palestra Quem Mexeu no Meu Queijo 
    Ponto 1 – A fantástica metáfora do queijo: a questão das crenças 
    1 – Mesmo que você não saiba, não entenda não reconheça, mas as suas crenças definem sua vida
    2 – As crenças dos Duendes Haw e Hem: o universo conspira a meu favor porque mereço isso 
    3 – As crenças dos ratos Sniff e Scurry: corremos decidida e firmemente atrás do queijo onde ele estiver 
    Ponto 2 – A mudança esmagando o mundo de Hem: um surto de depressão 
    3 – A tragédia da inconformidade mórbida com a realidade: quem mexeu no meu queijo 
    2 – O veneno da paralisia vinda do medo de entrar no “labirinto” da mudança: o famoso “mas, e se” 
    1 – O perigo da justificação da realidade: eu mereço tudo o que eu tenho porque o mundo me deve isso 
    Ponto 3 – A mudança transformando o mundo de Haw: um surto de resiliência 
    1 – Capacidade de aprender com quem é eficaz: vencendo o preconceito contra Sniff e Scurry 
    2 – Pensar objetivamente frente a situações emocionalmente críticas: é mais seguro procurar queijo no Labirinto do permanecer sem queijo 
    3 – O papel da esperança viva: quando você acredita que pode encontrar e apreciar um novo queijo você se alegrar com a mudança 
  3. Livro Quem Mexeu no Meu Queijo 
    Ponto 1 – A fantástica metáfora do queijo: a questão das crenças
    2 – As crenças dos Duendes Haw e Hem: o universo conspira a meu favor porque mereço isso 
    3 – As crenças dos ratos Sniff e Scurry: corremos decidida e firmemente atrás do queijo onde ele estiver 
    1 – Mesmo que você não saiba, não entenda não reconheça, mas as suas crenças definem sua vida
  4. Livro Quem Mexeu no Meu Queijo 
    Ponto 2 – A mudança esmagando o mundo de Hem: a depressão
    2 – A tragédia da inconformidade mórbida com a realidade: quem mexeu no meu queijo 
    2 – O veneno da paralisia vinda do medo de entrar no “labirinto” da mudança: o famoso “mas, e se” 
    1 – O perigo da justificação da realidade: eu mereço tudo o que eu tenho porque o mundo me deve isso 
  5. Livro Quem Mexeu no Meu Queijo 
    Ponto 3 – A mudança transformando o mundo de Haw: resiliência
    1 – Capacidade de aprender com quem é eficaz: vencendo o preconceito contra Sniff e Scurry 
    2 – Pensar objetivamente frente a situações emocionalmente críticas: é mais seguro procurar queijo no Labirinto do permanecer sem queijo 
    3 – O papel da esperança viva: quando você acredita que pode encontrar e apreciar um novo queijo você se alegrar com a mudança 
  6. Ubiratan Carlos Machado
    Editor e professor da Radioblogtv
    Contato para Palestras: celular (011) 8806 2746 
    E-mail: radioblogtv@gmail.com.br
    Meu blog: http://ubiratangeo.blogspot.com/
  7. conectando idéias 

2 comentários:

  1. Muito bom ! Gostei das 8 aulas sobre lv QMNQ. Obrigada !

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia! Obrigado pelo comentário! Eu vou dar continuidade as aulas sim! Esse livro é muito bom e tem muito a ser explorado ainda! Ok

    Abraços

    ResponderExcluir

Acesse meu site e tenha acesso a todos os áudios: www.ubiratangeo.com