19 de abr de 2010

Dicas de Liderança Efetiva vindas do Bradesco: como lidar com mudanças de mercado com processos de gestão eficazes


O Bradesco é uma das organizações mais eficientes do Brasil. Nós podemos falar sobre o “estilo bradesquinho” ou estilo “militarizado” do Bradesco, mas não podemos negar a eficácia desta forma de organização. Nas aulas de TGA abordamos bem esse modelo de organização! Mas, o fantástico da matéria é que trás para nós uma medida do processo de renovação organizacional do Bradesco. Desde que questões de trabalho em equipe até questões de liderança ligada ao próprio procedimento do presidente Trabuco! Muito bom! Vou postar uma áudio aula sobre esse processo de renovação organizacional! Muito bom!

Dicas de Liderança Efetiva vindas do Bradesco: como lidar com mudanças de mercado com processos de gestão eficazes



Os líderes tem que ser diretos e francos

Lazaro Brandão – presidente do conselho de administração do Bradesco

A mensagem que temos a passar é a seguinte: perdemos a liderança não por nossos defeitos, mas porque dois concorrentes se uniram


Cultura Corporativa esta ligada a história da organização e cresce gradativamente


O Bradesco tem, talvez, a primeira cultura empresarial baseada em servir as massas e promover o desenvolvimento de seus quadros. O Amador Aguiar enxergou a força deste tipo de cultura muito cedo.


Cultura Corporativa tem que ter foco na integração, mas também deve ter foco no lucro


Segndo estimativa da consultoria AT Kearney, a margem de lucro de quem esta mais perto da base da piramide social é de 3%, enquanto os que ganham mais de 8.000 reais por mês geram rentabilidade 9 vezes maior. a baixa renda é lucrativa para os bancos quando consome cartões de crédito e cartos financiamentos, como veículos. Mas, tentar bancarizar essa população com conta corrente tradicional é um problema. Trabuco e sua equipe sabem que, por mais encantadora que sejam, as classes C e D elas não garantirão sozinhas os resultados de crescimento do Bradesco daqui para frente.


O Líder deve conversar frequentemente com suas equipes para sondar e reconhecer as limitações de sua organização


Trabuco começou a fazer reuniões com lideranças do banco para discutir o que mudar. Teria chegado a conclusão de que o grupo se tornara menos competitivo e que se acomodara em algumas áreas – um sinal disso seria o fato do Bradesco ter perdido, em menos de um ano, das disputas pelo Unibanco e pela seguradora Porto Seguro, também comprada pelo Itaú.


O Líder deve ser ousado e usar novas ferramentas de comunicação para dinamizar o processo de tomada de decisão


Sobre o presidente do Bradesco: suas viagens tem sido frequentes e incluem o encontro com 23 mil gerentes do banco espalhados pelo Brasil. Sucumbindo as novas armas da Internet. Trabuco criou um blog para se comunicar com seus funcionários e recebe cerca de 2 mil comentários por dia


O Líder deve definir o seu estilo de liderança para todos a fim de que as pessoas (os liderados) saibam exatamente com quem estão lidando na hora das mudanças radicais


De modo geral, os líderes podem ser divididos em dois grandes grupos. Os que gostam de exercer o poder na base do chicote e das cenouras. E os que confiam mais no poder de de sedução de suas idéias. Formado em filosofia, Trabuco parece ser do segundo time. Como gosta de dirigir por consenso, dificilmente toma uma decisão sem discutir com os executivos mais próximos: Ele sabe ouvir. Mesmo quando a discussão fica quente não altera a voz, não bate na mesa. Quando a decisão é tomada, no entanto, cobra resultados rápidos.

Trechos retirados da Revista Exame, Edição 965 – Em busca da liderança perdida : as estratégias do Bradesco para voltar a brigar pelo posto de maior banco privado do Brasil




Para baixar: clique aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Acesse meu site e tenha acesso a todos os áudios: www.ubiratangeo.com