7 de abr de 2009

Empreendedorismo, Qualidade de Vida e Visão Sistêmica: precisamos buscar uma brecha no mercado

Esse é o lance, se estruturar e buscar (ou acompanhar) aquela brecha no mercado captando e trabalhando cada "sinal" que o Mercado manda...


4 comentários:

  1. Olá Ubiratan,

    Boa Tarde!

    Os videos que são postados são ótimos, lembro que um tempo atrás estava desempregado devido a saturação do mercado no ramo de celulares. E hoje tenho meu próprio negócio graças as esses videos que chamam a atenção para o empreendedorismo....Inovar, ser diferente, ter o foco no cliente...Hoje em dia é muito fácil entrar em qualquer ramo de atividade o difícil é se manter nele....Espero que vc possa cada vez mais receber esse tipo de depoimento. Para que vc se sinta mais motivado para continuar esse trabalho.

    Um forte abraço!!!

    Adm. Anderson Prado
    msn:acpsouza@hotmail.com
    skype:admprado1

    ResponderExcluir
  2. Bom Dia Prado!

    Rapaz que alegria ler o seu e-mail! É realmente disso que precisamos: pessoas com histórias reais que conseguiram um patamar melhor de vida (financeira e de qualidade de vida) através de uma atitude mais ousada frente a vida.

    A grande mídia fica colocando o desemprego como uma tragédia pessoal quase afirmando que o homem sem emprego (na realidade é o homem sem atividade ou trabalho) perdeu sua dignidade. Eles dão uma ênfase muito grande ao desemprego como se fosse o fim da vida (fim de carreira para o ser humano) e de fato, não é!

    Esta ai você para provar que isso não é uma verdade inquestionável. Aliás, é muito questionável. Quando eu era criança meu pai ficou desempregado! Nós vivíamos com pouco, mas sem o emprego passamos a viver com nada. Meu pai procurou e procurou emprego e não encontrou (trabalhava na obra de pedreiro). Trabalharia por qualquer salário, mas nem isso ele encontrou. Era o ano de 1983...

    Com o último cruzeiro não mão ele foi e comprou meia dúzia de meias. Saiu vendendo. Como o David Camelot ele conseguiu dobrar o capital. E ai tomou gosto pela coisa. Virou marreteiro como chamamos aqui em SP. O chamado ambulante. Ele trabalhou uns dois anos assim e conseguiu sustentar a casa melhor do que quando era empregado. Depois de um tempo ele conseguiu um emprego, mas continuou vendendo.

    Depois, acumulando os dois rendimentos, ele, em menos de 7 anos, conseguiu comprar a casa própria. Para um empregado que mal conseguia pagar o aluguel depois do empreendedorismo ele conseguiu nos dar um teto para morar. E foi este teto que deu condições para que estudássemos, entrássemos na faculdade etc.

    Eu gosto do empreendedorismo porque eu vi isso de perto. Mesmo fazendo faculdade e hoje sendo empregado, cara eu gosto da iniciativa pessoal. Mudou minha infância! E eu queria fazer uma entrevista com vc em áudio mp3 para deixar aqui no Blog! Eu vou entrar em contato com vc por e-mail e vamos marcar para vc contar essa experiência tua aqui para que outros se motivem e não fiquem lamentando o emprego perdido, mas vejam isso como uma oportunidade de crescimento!

    O que acha!

    ResponderExcluir
  3. Ubiratan,

    Bom Dia!

    Gostei da idéia e vou mais além, o mundo todo fala em crise, e é nesse momento da crise que surge pessoas assim como eu com coragem e determinação para abrir seu próprio negócio.

    Além de melhorar a minha qualidade de vida esse empreendimento gera renda para outras pessoas fico muito feliz em poder colaborar de alguma forma com a sociedade. Hoje em dia fico lembrando a 2 anos atrás estava desempregado e hoje emprego mais 10 pessoas como isso é gratificante...!!!

    Vou aguardar o seu email para que possamos fazer essa entrevista e quem sabe como você mesmo falou motivar outras pessoas a terem uma oportunidade de crescimento.

    Adm. Anderson Prado
    msn: acpsouza@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Anderson!

    Maravilha! Eu vou entrar em contato com você hoje e vamos começar a bolar essa entrevista sim! As pessoas precisam de exemplos vivos e próximos para se inspirarem!

    É legal falar de Bill Gates, Steve Jobs e Silvio Santos, mas é mais legal ainda falar do Anderson que esta bem próximo de nós e tem uma história muito, mas muito similar a nossa! É isso que eu gosto e que a maioria precisa! Eu vou enviar o e-mail para você hoje meu amigo!

    Valeu mesmo!

    ResponderExcluir

Acesse meu site e tenha acesso a todos os áudios: www.ubiratangeo.com